Monumento Nacional aos Mortos da Segunda Guerra Mundial

“Monumento aos Pracinhas”

Estrutura

O Monumento Nacional aos Mortos da Segunda Guerra Mundial propriamente dito, cobre uma área de 6.850 m22 em três planos: Plataforma, Patamar e Subsolo. A sua área total é de 10.000 m22.

 

 

PLATAFORMA

De concreto armado em formato “L”, é atingida por uma escadaria de trinta metros de largura contendo 26 degraus. Encontram-se nela o Pórtico Monumental, o Túmulo do Soldado Desconhecido, a Escultura Metálica, o Grupo Escultórico e a Pirâmide Triangular.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

             

Pórtico Monumental  -  Constituído de dois pilones com 31 metros de altura, tendo na parte superior uma placa de concreto aparente com 220 metros quadrados de superfície.

Túmulo do Soldado Desconhecido  -  É o centro das grandes solenidades cívicas e está colocado entre os pilones do pórtico monumental.

Escultura Metálica -  De autoria do arquiteto e escultor JULIO CATELI FILHO, executado em perfis de ferro metalizado e pintado. De caráter abstrato, mas simbólico, suas linhas sintetizam na expressão mais simples, as formas dos engenhos de guerra aérea.

Pirâmide Triangular  -  Numa pirâmide de três faces, constam as inscrições relativas à obra: inauguração, comissões e equipe responsável pelo projeto.

 

 

 

 

 

Principal

Histórico

Subordinação

Estrutura

Visitação

Solenidades

Eventos ocorridos

Proximas atividades

Vídeos

Mídia

Fale conosco

Links

Grupo Escultórico  -  De autoria do arquiteto e escultor ALFREDO CESCHIATTI, com cinco metros de altura, executado em homenagem às três Forças Armadas, representadas por um marinheiro, um soldado e um aviador.